"Kimilsungismo e Kimjongilismo"


O Kimilsungismo-Kimjongilismo é a grande ideologia diretriz do Partido do Trabalho da Coreia e guia eterno da Revolução Coreana. É também a ideia diretriz da Revolução mundial na época da independência, quando a humanidade se levanta para derrubar os sistemas exploradores do imperialismo e o capitalismo. O Kimilsungismo-Kimjongilismo foi desenvolvido pelo Grande Líder camarada Kim Il Sung e pelo dirigente Kim Jong Il. O querido Marechal Kim Jong Un sistematizou as definições clássicas do Kimilsungismo-Kimjongilismo.

O Kimilsungismo-Kimjongilismo consiste no sistema integrado da Ideia Juche, do método orientado Juche da revolução, e do método de liderança Juche. O método da teoria jucheana da Revolução elucida a teoria da libertação nacional, classista e humana, assim como as teorias sobre a construção socialista e a independência global. Nenhum outro sistema teórico ou ideológico teve tamanho mérito em elucidá-los. O respeitado marechal Kim Jong Un segue desenvolvendo o sistema teórico-ideológico do Kimilsungismo-Kimjongilismo, dando uma poderosa contribuição à Revolução mundial.

O Juche nos ensina que as várias lutas por libertação nacional e independência, pela emancipação classista na luta pela construção de uma sociedade livre da exploração e da opressão não estão separadas umas das outras, mas interligadas entre si na luta para realizar a independência da humanidade. Tal é a grande verdade do Juche, que o Kimilsungismo-Kimjongilismo nos ensina. A teoria Juche da Revolução também nos ensina que o principal fator da Revolução é a independência das massas populares. Quando a independência das massas populares é atingida, surge a necessidade da Revolução.

Nos dias de hoje, a Revolução é realizada de maneira independente de acordo com a realidade de cada país. Não há necessidade de um "centro internacional" que ensine como fazer a revolução em cada país. Tal é um dos ensinamentos do Juche. A Revolução não pode ser defendida simplesmente repetindo ideias dos clássicos, que davam importância ao fator material e econômico. O Kimilsungismo-Kimjongilismo é a grande ideia revolucionária de nossa época que põe as massas populares como sujeitos e mestres da Revolução. Para entender melhor, a teoria revolucionária Juche vê a Revolução causada não por contradições econômico-sociais (elas podem ser muito severas, como no caso dos países capitalistas desenvolvidos, mas ainda assim a Revolução não aconteceu), mas pelo infringimento da independência das massas populares e pela consciência das mesmas como mestres da Revolução.

A política Songun também é um aspecto integral do Kimilsungismo-Kimjongilismo. Foi o Presidente Kim Il Sung quem, pela primeira vez, dilucidou e levou a cabo concepção do Songun, na histórica Conferência de Kalun em junho de 1930, onde elaborou a ideia de que a independência da Coreia seria somente conquistada pela força das armas. A política Songun foi mais tarde desenvolvida pelo grande líder, camarada Kim Jong Il. A essência do Songun pode ser resumida numa só frase: a Revolução avança e se consolida pela força das armas. Como disse o grande e respeitado marechal Kim Jong Un: "O Songun significa nossa independência, nossa dignidade e nosso sangue".

A história não conhece a situação em que qualquer classe reacionária exploradora cedeu pacificamente o poder à classe explorada. Alguns revisionistas tentaram a advogar um "caminho pacífico" para o socialismo, mas tudo não provou ser senão abjeto, uma "teoria" que levou ao abismo. Alguns países, que tentaram avançar pacificamente ao socialismo, fracassaram totalmente. No Chile, o governo de Salvador Allende, que tentou transitar pacificamente ao socialismo, só foi derrubado de maneira tirânica pelos imperialistas e reacionários locais. Dessa maneira, o Songun entra de total acordo com a experiência do movimento revolucionário internacional.

publicado no Boletim Informativo nº2 do Centro de Estudos da Ideia Juche - Brasil

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube