1/10

"A violência contra as mulheres golpeou duramente a Argentina em 2016"


Argentina passou o ano que recém conclui por uma das etapas de maior violência contra as mulheres, com cifras realmente preocupantes: mais de 235 vítimas fatais, sem contar denúncias por maus-tratos e agressões.


O fenômeno dos feminicídios e de todo tipo de violência contra as mulheres é uma realidade que impera hoje na região e neste país austral a situação é alarmante. Apesar das marchas, mobilizações e leis longe de parar, este flagelo tem aumentado. Aqui conta-se um assassinato deste tipo a cada 30 horas.