RPDC denuncia intenção de reforço militar dos EUA na Ásia e Pacífico


Os Estados Unidos aumentam mais do que nunca as forças armadas na região da Ásia e do Pacífico sob o pretexto de prevenir as “ameaças das armas nucleares e misseis” inexistentes da República Popular Democrática da Coreia e “preservar a paz” nesta região. Tal insistência dos EUA demonstram somente o descaramento dos belicistas.


Assim destaca o Rodong Songun em um artigo publicado no dia 11:


Este país norte-americano, que tanto fala da “preservação da paz”, é precisamente o autor principal da ampliação do perigo da guerra. Sua “atenção especial” a esta região não é para defender os interesses dos estadunidenses, nem para salvaguardar a paz, mas parte da necessidade do Nordeste Asiático para o objetivo de ocupar toda a região da Ásia e do Pacífico e o resto do mundo.


No Nordeste Asiático se desenvolve mais furiosamente do que em outras regiões a escalada armamentista e do desenvolvimento de armas sofisticadas, aos quais se devem as frenéticas manobras do aumento armamentista dos EUA. Este império é precisamente o autor principal da destruição da paz e da estabilidade do mundo e da corrida armamentista.


Todos os países aspirantes à paz e à estabilidade do mundo devem conhecer bem a essência do aumento armamentista dos EUA e redobrar a vigilância a este respeito.


Da Korean Central News Agency

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube