top of page
partido-dos-panteras-negras.png
  • Foto do escritorNOVACULTURA.info

Lavradores acampados são baleados em Santa Luzia, no nordeste do PA


Dois moradores do acampamento rural Quintino Lira, organizado pelo MST do estado Pará, sofreram nesta última sexta-feira (02) um atentado por parte de pistoleiros da Fazenda Cambará (sobre a qual está organizada o acampamento). O ataque foi feito na zona rural do município de Santa Luzia, na região nordeste do Pará. Um deles levou um tiro de raspão, e outro foi ferido no rosto a golpes de coronhadas.


A Fazenda Cambará pertence ao deputado federal paulista Josué Bengtson (PTB-PA). De acordo com sua última Declaração de Bens, este possui, apenas no município de Santa Luzia do Pará, ao menos 3850 hectares de terras, que nem de longe representam o total de seu poder político econômico, já que em sua declaração de bens constam também fazendas sem a extensão declarada.


A área, de cerca de 1800 hectares, é a antiga Gleba Pau de Remo e foi grilada por laranjas do deputado. Esta permanece ocupada por cerca de 200 famílias de camponeses sem terra desde 2010. Neste mesmo ano, o agricultor José Valmeristo, militante do MST, foi assassinado por pistoleiros da Fazenda. Lideranças esclarecem que Marcos Bengtson, filho de Josué Bengtson e administrador da fazenda, é o principal suspeito do assassinato de Valmeristo bem como por vários outros crimes contra as famílias do acampamento.

por Alexandre Rosendo

0 comentário
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Telegram
  • Whatsapp
PROMOÇÃO-MENSAL-jun24.png
capa29 miniatura.jpg