China e Venezuela fortalecem aliança estratégica


O presidente da República Bolivariana de Venezuela, Nicolás Maduro, realizou na última terça-feira (1 de setembro), uma reunião de alto nível com seu homólogo chinês, Xi Jinping, no Grande Palácio do Povo, para fortalecer a aliança estratégica no contexto da visita ao líder sul-americano pelo gigante asiático. Ambos chefes de Estado almejam consolidar a aliança estratégica entre os dois países, baseada em confiança mútua, entendimento, e na busca de um mundo multipolar e de maior equilíbrio. Segundo anunciou o ministério do Poder Popular para a Informação e para a Comunicação da Venezuela, a reunião bilateral se orientou também em ampliar os esforços para consolidar a cooperação entre as duas nações, que abrirão neste ano, as comportas do desenvolvimento produtivo do país sul-americano. Este encontro foi precedido pela reunião do último 6 de agosto em Caracas (capital venezuelana), que foram destacados os avanços da Comissão Mista Venezuela-China, da qual inclui empresas dispostas a trabalhar em território venezuelano. Relações econômicas Em sua chegada em Pequim (capital da RP da China), N. Maduro assegurou que a sua visita tem como objetivo ‘’ conversar sobre novas fórmulas de financiamento para o desenvolvimento, que vão aperfeiçoando as que já havíamos criado, em fundo pesado, o fundo de financiamento conjunto’’. Outro dos objetivos da visita é aperfeiçoar os mecanismos de complementaridade entre os dois países e ‘’ garantir os recursos que a Venezuela necessita para seu desenvolvimento, em meio a complexidades: a guerra econômica brutal que estamos enfrentando junto ao povo, a queda do preço do petróleo’’. Maduro assistirá os atos comemorativos do 70º aniversário da vitória na Guerra de Resistência do Povo Chinês contra a Agressão Japonesa e o fim da Segunda Grande Guerra Mundial; além da celebração da XIV Comissão Mista de Alto Nível Venezuela-China. ‘’ É o 70º Aniversário do início dessa era tão complexa, mas que no final vimos levantar todos os povos do mundo, os países, entre eles, a grande potência China’’, destacou o chefe de Estado. N. Maduro visitou o Vietnã na segunda-feira, onde assinou com seu homólogo Truong Tan Sang um acordo de cooperação na área agrícola e impulsou novos projetos em matéria de gás natural e petróleo.

Publicado pelo ‘’Correo del Orinocco’’, traduzido pelo blog Socialismo na Ásia

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube