Notícias

Mao: "Como Analisar as Classes nas Regiões Rurais"

I. Os Senhores de Terras Os senhores de terras são os indivíduos que dispõem de terras mas não intervêm pessoalmente no trabalho, ou apenas realizam trabalhos ínsignificantes, vivendo pois da exploração dos camponeses. Cobrar rendas pela terra é, para eles, a forma principal de exploração, podendo, no entanto, realizar além disso uma exploração por meio da usura, emprego de trabalhadores assalariados ou manutenção duma indústria ou comércio. A extorsão da renda da terra aos camponeses constitui a sua forma principal de explorar. A administração das terras públicas e a arrecadação das rendas sobre as terras das escolas(2) estão igualmente incluídas na categoria de exploração através da rend

"Carta à sociedade brasileira, às autoridades nacionais e à comunidade internacional"

Nós, os Tupinambá da aldeia Serra do Padeiro, denunciamos o último e grave ataque do governo federal contra o nosso povo. Em um ofício (nº 2740/2019/SE/MJ) de 30 de dezembro de 2019, penúltimo dia do ano, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, devolveu o processo de demarcação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença à Funai. Não foi apenas nossa terra que foi atacada pela ação de Sérgio Moro: os processos de 17 terras indígenas foram devolvidos, impactando parentes de diferentes regiões do país e confirmando o racismo do governo Jair Bolsonaro e seu compromisso com os inimigos dos povos indígenas. O ofício afirma que a devolução foi sugerida pela consultoria jurídica do MJ para fazer cumprir a

Stalin: "Pelo Partido!"

Desperta de novo no país o interesse pela vida política, e com esses despertar a crise do nosso Partido chega ao fim. O Partido está por superar o ponto morto, para sair do torpor. A recente conferência geral [1] foi um indício manifesto do renascimento do Partido. O Partido, reforçado com o desenvolvimento da revolução russa e esmagado com a sua queda, devia inevitavelmente recuperar-se com o despertar político do país. A ascensão nos ramos principais da indústria e o aumento dos lucros dos capitalistas, paralelamente à queda do salário real dos operários; o livre desenvolvimento das organizações econômicas e políticas da burguesia, paralelamente à supressão violenta dos organismos legais e

Lenin: "O oportunismo e a falência da II Internacional"

I A II Internacional deixou realmente de existir? Os seus representantes mais autorizados, como Kautsky e Vandervelde, negam-no obstinadamente. Nada aconteceu além de uma ruptura das relações; tudo está bem; tal é o seu ponto de vista. A fim de esclarecer a verdade, vejamos o manifesto do congresso de Basileia de 1912, que se refere precisamente à atual guerra mundial imperialista e foi adotado por todos os partidos socialistas do mundo. Deve-se assinalar que nenhum socialista ousará, em teoria, negar a necessidade de uma avaliação histórica concreta de cada guerra. Agora que a guerra eclodiu, nem os oportunistas declarados nem os kautskistas se resolvem nem a negar o manifesto de Basil

Engels: "Contribuição Para a História do Cristianismo Primitivo"

A história do cristianismo primitivo oferece curiosos pontos de contato com o movimento operário moderno. Como este, o cristianismo era, na origem, o movimento dos oprimidos: apareceu primeiro como a religião dos escravos e dos libertos, dos pobres e dos homens privados de direitos, dos povos subjugados ou dispersos por Roma. Os dois, o cristianismo como o socialismo operário, pregam uma libertação próxima da servidão e da miséria; o cristianismo transpõe essa libertação para o Além, numa vida depois da morte, no céu; o socialismo coloca-a no mundo, numa transformação da sociedade. Os dois são perseguidos e encurralados, os seus aderentes são proscritos e submetidos a leis de exceção, uns co

Marx: "Entrevista ao Jornal The World"

Pediram-me para descobrir algo sobre a Associação Internacional dos Trabalhadores, e eu tentei. No momento, a tarefa é difícil. Londres é, sem dúvida, a sede da Associação, mas os ingleses estão assustados e sentem o cheiro da Internacional em tudo, assim como o rei James sentia cheiro de pólvora após a famosa conspiração. A cautela da Associação aumentou com a suspeita do público, e os seus líderes são pessoas que sabem guardar um segredo quando necessário.Visitei dois dirigentes, conversei com um deles livremente, e aqui está o resultado dessa conversa. Convenci-me de que a Associação é uma autêntica agremiação de trabalhadores, mas esses trabalhadores são liderados por teóricos políticos

"A cruzada dos Estados Unidos contra a cooperação médica internacional de Cuba"

Como se alertou, na Declaração do Ministério de Relações Exteriores de 29 de agosto de 2019, o governo dos Estados Unidos está movendo, desde o ano passado, uma intensa e injuriosa campanha contra a colaboração médica oferecida por Cuba, combinada com a ameaça de sanções a dirigentes cubanos e a pressões contra os Estados receptores, para que dela prescindam. Dirigida detalhadamente desde o Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, conta com a ativa participação de senadores e congressistas associados à máfia anticubana da Flórida, e de frenéticos funcionários do Departamento de Estado. Acusam a Cuba de suposta “escravidão moderna” e “tráfico de pessoas” que trabalham no sistema de saúd

Dimitrov: "Sobre a luta contra o fascismo e os Sindicatos Amarelos"

Devemos saber de maneira bastante clara que o fascismo não é um fenômeno local, passageiro ou transitório. Ele representa um sistema de domínio de classe da burguesia capitalista e da sua ditadura na época do imperialismo e da revolução social. Depois da guerra imperialista, depois da vitoriosa Revolução de Outubro, depois da existência decenal da União Soviética e da enorme influência revolucionária destes fatores sobre o proletariado, as massas camponesas, as nacionalidades oprimidas e os povos coloniais, a burguesia não pode conter por muito tempo as massas populares sob a sua hegemonia de classe e fazer face aos problemas da estabilidade e da racionalização capitalistas com a ajuda dos a

"A discriminação racial é uma doença crônica do capitalismo"

Há algum tempo a CBS dos EUA conduziu uma pesquisa de opinião entre os habitantes. Segundo ela, a maioria dos entrevistados disse que não confia em um sistema político que divide a sociedade, aumenta as tensões étnicas e raciais e implementa políticas que são benéficas para um seleto número de pessoas. O racismo está presente em muitas áreas nos Estados Unidos. De acordo com reportagem da Reuters do Reino Unido em 2018, a política de "completo contrate" no estado da Geórgia nos EUA colocou um grande número de votantes em estado de stand-by, dentre eles, 70% eram afro-americanos, que representam um terço da população total do referido estado. Sobre a restrição de voto a afro-americano

"O 29º Aniversário da Morte de V. I. Lenin"

Camaradas! Faz hoje 29 anos da morte do fundador e dirigente do Partido Comunista da União Soviética, criador do Estado Socialista Soviético, guia e mestre dos trabalhadores do mundo, genial pensador e grande figura da ciência revolucionária — Vladimir Ilitchi Lênin. Todos estes anos, o Partido Comunista vem guiando com segurança o povo soviético pelo caminho indicado por Lênin. As ideias do leninismo, como a luz radiante do sol, iluminam o caminho de luta e de vitórias. Sob a bandeira de Lênin, sob a direção do camarada Stálin, o povo soviético constrói vitoriosamente o majestoso edifício do Comunismo. As realizações do Estado Soviético e o imenso crescimento das forças do campo da pa

As críticas de José Duarte à Direção Nacional do PCdoB em 1988

“O PARTIDO NÃO TEM DONO. PERTENCE À CLASSE OPERÁRIA E ELA SABERÁ RECONSTRUÍ-LO”: As críticas de José Duarte à Direção Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCDOB). INTRODUÇÃO Este trabalho possui como finalidade resgatar e apresentar ao público leitor as divergências e os embates que ocorreram no interior do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em 1988 entre a direção nacional do Partido, tendo como seu Secretário-geral o militante comunista João Amazonas, e o dirigente comunista José Duarte e que resultara no afastamento deste último das fileiras da organização partidária. Para realizá-lo, o autor utiliza principalmente a obra “José Duarte, um maquinista da história”, publicada em 1988

Fidel: "Roubo de cérebros"

Nas minhas últimas reflexões, “Bush, a Saúde e a Educação”, dedicadas às crianças, fiz algumas referências ao tema e coloquei um exemplo. Nesta, dirigida à primeira graduação da Universidade das Ciências Informáticas (UCI), abordarei de uma maneira mais profunda o embaraçoso assunto. Eles foram os pioneiros, dos quais tanto aprendi sobre a inteligência e os valores de nossos jovens quando são cultivados com esmero. Também muito aprendi do excelente corpo de professores, grande parte dos quais estudou na Cidade Universitária “José Antonio Echevarría” (CUJAE). Da mesma forma não posso me esquecer do exemplo dos trabalhadores sociais que com sua capacidade de organização e seu espírito de s

ILPS: 'Responder aos ataques fascistas na Índia!'

A Liga Internacional da Luta dos Povos (ILPS) condena veementemente os ataques fascistas do governo Modi, com sua nova lei de cidadania discriminando a minoria muçulmana na Índia. O primeiro-ministro Narendra Modi está aplicando a islamofobia exaltada pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump e a extrema direita em sua própria tentativa de intensificar a guerra contra o Paquistão e seu povo. Em conjunto com a implementação do Registro Nacional de Cidadãos, o regime de Modi está envolvido na limpeza étnica em linhas comunitárias religiosas para tornar real a perspectiva direitista do Partido Bharatiya Janata de um Estado fundamentalista hindu. A grande burguesia da Índia pretende extr

"A construção do Estado norte-coreano"

Parte 1 Em 23 de Janeiro de 1968, a Marinha do Exército Popular da Coreia capturou uma fragata americana perto de Wonsan, no mar a leste da República Popular Democrática da Coreia (a partir de agora, RPDC ou Coreia do Norte). O Pueblo era uma nau de tecnologia de ponta, pesando 1.000 toneladas de pura tecnologia de recolhimento de informações (espionagem) e com uma tripulação de 83 membros, a qual estava alegadamente conduzindo operações de vigilância eletrônica das bases militares norte-coreanas. Como resposta a uma das maiores humilhações nos 176 anos de história das forças navais estadunidenses, o Conselho de Segurança Nacional (CSN) norte-americano decidiu, na reunião conduzida em 24 e 2

Mao: "Materialismo Dialético"

1. A Luta entre dois Exércitos em Filosofia Toda a história da filosofia é a história da luta e do desenvolvimento de duas escolas filosóficas opostas entre si: o idealismo e o materialismo. Todas as correntes e escolas filosóficas são manifestações destas duas escolas fundamentais. Todas as teorias filosóficas têm sido criadas por homens pertencentes a uma classe social específica. As ideias destes homens têm sido historicamente determinadas por uma existência social específica. Todas as doutrinas filosóficas expressam as necessidades de uma classe social específica e refletem o nível de desenvolvimento das forças produtivas da sociedade e a etapa histórica na compreensão da natureza po

Stalin: "Uma correção necessária"

O periódico Pravda, em sua edição de 16 de Dezembro (No. 296), publicou – em sua seção “Assuntos do Partido” – um artigo não assinado com o título “É necessário haver confusão?”, criticando uma das afirmações de um artigo constante do Komsomolskaya Pravda [1] chamado “Ensaio Introdutório ao Leninismo”, que discutia a questão das condições mais favoráveis para uma brecha revolucionária na frente imperialista mundial. O autor cita a seguinte passagem do artigo criticado: “o Leninismo ensina que a revolução começa pelo elo mais fraco da corrente imperialista”. Mais adiante, ele faz paralelo entre este trecho com a seguinte citação da obra de Bukharin, “Economia do Período de Transição”: “O col

Brecht: "O fascismo é a verdadeira face do capitalismo"

A verdade deve ser dita tendo em vista os resultados que produzirá na esfera da ação. Como exemplo de uma verdade da qual nenhum resultado, ou o errado, se segue, podemos citar a visão generalizada de que prevalecem más condições em vários países como resultado da barbárie. Nessa visão, o fascismo é uma onda de barbárie que desceu sobre alguns países com a força elementar de um fenômeno natural. De acordo com essa visão, o fascismo é um terceiro poder novo ao lado (e acima) do capitalismo e do socialismo; não apenas o movimento socialista, mas também o capitalismo teriam sobrevivido sem a intervenção do fascismo. E assim por diante. Esta é, obviamente, uma reivindicação fascista; aderir a

Lenin: "Os ensinamentos da Comuna"

O artigo "Ensinamentos da Comuna" é o mesmo anotado de um relatório de Lenin. A redação do jornal precedeu-o da seguinte explicação: "Em 18 de Março, realizou-se em Genebra um comício internacional com motivo em três datas proletárias memoráveis: o 25° aniversário da morte de Marx, o 60° Aniversário da Revolução de Março de 1848 e o 37° Aniversário da Comuna de Paris. Em nome do POSDR, usou da palavra o camarada Lenin, que falou da importância da Comuna". Após o golpe de Estado que pôs termo à Revolução de 1848, a França caiu durante dezoito anos sob o jugo do regime napoleônico, que levou o país à ruína econômica e também à humilhação nacional. Ao sublevar-se contra o velho regime, o prol

"Não se pode salvar a Democracia Burguesa de sua própria decadência"

É divertido mitar os bolsonaristas no seu próprio terreno dizendo que a sua pretensão de censurar o especial de Natal da Porta dos Fundos revela que têm uma mentalidade direitopata e impositiva que não se compagina com os valores da nossa sociedade e ofende os cidadãos de bem. Diverte porque vira contra a direita a sua própria utilização de categorias liberal-burguesas (pluralismo, liberdade de expressão, tolerância religiosa, princípio do contraditório) para defender a pauta reaccionária, e revela que as acusações de hipocrisia arremessadas contra a esquerda podem ser devolvidas à procedência com toda a legitimidade. Sim, tem piada. Mas talvez não seja indiferente compreender que nos dois c

Engels: "Socialismo, traços históricos"

Vimos, na Introdução, como os filósofos franceses do século XVIII. que abriram o caminho para a revolução, apelavam para a razão como único juiz de tudo quanta existe. Pretendia-se instaurar um Estado racional, uma sociedade ajustada à razão, e tudo quanto contradissesse a razão eterna deveria ser enterrado sem a menor piedade. E vimos também que na realidade, essa razão eterna não era senão a inteligência idealizada do homem da classe média daqueles tempos, do qual haveria de sair, em seguida, o burguês. Por isso, quando a Revolução Francesa tentou criar essa sociedade nacional e esse Estado da razão. viu-se que as novas instituições, por muito que se destacassem das antigas, ficavam ainda

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube