Notícias

"A História do Manifesto do Partido Comunista de Marx e Engels"

O Manifesto do Partido Comunista veio à luz do dia pouco antes da Revolução de Fevereiro de 1848. Neste brilhante trabalho escrito há 90 anos – setenta anos antes da vitória obtida em 1917 pela grande Revolução de Outubro -, Marx e Engels anunciaram a revolução proletária vindoura, colocaram as razões estritamente científicas de sua necessidade histórica, e previram a inevitável derrota da burguesia e a vitória do proletariado. Marx e Engels demonstraram cientificamente sua doutrina sobre o papel histórico universal do proletariado, a classe gerada pelo desenvol­vimento do capitalismo industrial e a classe de maior capacidade revoluci­onária da história mundial. A tarefa histórica do proleta

"Grileiros e madeireiros anunciam a morte de agricultores na região oeste do Pará"

“Eles querem nos matar, é difícil ver isso, querem acabar com nossas vidas. Não podemos mais sair de casa... parece que estou aqui enterrada ao lado de Daniel”. Osvalinda e Daniel chegaram a Trairão (PA) em 2001 e conquistaram um lote de 100 hectares (cada hectare tem 10 mil m²) no Projeto de Assentamento Areia, comunidade São Mateus, conhecido por Areia 2, que fica a 40 km do município de Trairão. E decidiram que ali era lugar de sonhos e esperanças, vou continuar plantando, amanhã vou plantar feijão, essa é a minha maior arma contra os que querem me matar, disse Osvalinda ao sair da delegacia de polícia do município de Trairão (PA). O projeto de assentamento de reforma agrária PA Areia

"A China traiu a Revolução?"

Na segunda parte da entrevista da camarada Elaine Brown com a camarada Angela Davis, que circulou na 11ª edição de março do Serviço de Notícias Intercomunais Black Panther, Angela indicou algumas ressalvas sobre a República Popular da China à luz da visita de Nixon ao país. Infelizmente, uma série de pseudorrevolucionários, e alguns revolucionários também, condenaram a China. Nesse ponto, gostaria de apresentar minhas visões da posição chinesa e ao mesmo tempo refutar as críticas à China e oferecer algumas críticas no espírito da camaradagem à Angela. As conclusões dos detratores da China, da esquerda e da “esquerda” são incorretas porque se originam de uma falsa premissa e se baseiam em um

"Cinco aspectos fundamentais da adesão da Colômbia à OTAN"

Em tempos de balcanização mundial, com o Império Americano do Caos em colapso completo e em disputa geopolítica com o bloco euro-asiática, a Colômbia está inserido no cenário da América Latina e Caribe como um “parceiro global” da OTAN (à convite estadunidense) – responsável por muitos dos desastres “humanitários” na Europa Oriental, África e Oriente Médio nas últimas décadas. O que é a OTAN? Em 4 de Abril, 1949, o Tratado do Atlântico Norte foi assinado, também conhecido como o Tratado de Washington, que uniu 12 países fundadores, ou seja, Estados Unidos, Bélgica, Canadá, Dinamarca, França, Islândia, Itália, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Portugal e Reino Unido, em uma única organização de

"Lei de igualdade de direitos do homem e da mulher da RPDC"

No transcurso de 36 anos as mulheres coreanas estiveram submetidas a incessante humilhação e cruel exploração do imperialismo japonês. Não gozavam de nenhum direito político ou econômico e nem sequer podiam participar da vida cultural, social e política. As relações familiares feudo-medievais fizeram contribuição para a feroz repressão política e econômica das mulheres. O destino das massas de mulheres trabalhadoras da Coreia se reduzia a ser objeto de desprezo e humilhação, a viver no analfabetismo. Com a libertação da Coreia do domínio colonial do imperialismo japonês mudou-se a posição social da mulher. Todas as reformas democráticas que se realizaram na Coreia do Norte criam condiçõe

"As Repúblicas Soviéticas da Ásia: exemplo para o Povo Brasileiro"

O XIX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, glorioso partido de Lênin e Stálin e brigada de choque do movimento revolucionário mundial, foi o maior acontecimento político dos últimos anos. Nos discursos ali pronunciados pelo nosso imortal e sábio mestre o camarada Stálin, e pelos seus discípulos e companheiros de luta, os dirigentes soviéticos, encontram-se profundos ensinamentos para os comunistas de todos os países. Assimilar e levar à prática estes ensinamentos é nossa grande tarefa atual. Entre os mais notáveis documentos do Congresso está o discurso do camarada Beria, consagrado à política nacional do Partido Comunista da União Soviética. Alicerçado nos princípios leninis

"Discurso de Fidel Castro na ECO 92 no Rio de Janeiro"

Sr. Presidente do Brasil, Fernando Collor de Mello; Sr. Secretário Geral das Nações Unidas, Butros Ghali; Excelências: Uma importante espécie biológica está em perigo de desaparecer devido à rápida e progressiva liquidação de suas condições naturais de vida: o homem. Agora estamos cientes deste problema, quando quase é tarde para impedi-lo. É preciso salientar que as sociedades de consumo são as principais responsáveis pela atroz destruição do meio ambiente. Elas nasceram das antigas metrópoles coloniais e de políticas imperiais que, pela sua vez, engendraram o atraso e a pobreza que hoje açoitam a imensa maioria da humanidade. Com apenas 20 % da população mundial, elas consomem as

Revolução Democrática de Novo Tipo e Mao Tsé-tung

O camarada Mao Tsé-tung foi o grande dirigente da Revolução Chinesa de 1949, que foi proporcionalmente, a maior das revoluções de toda a história da humanidade, libertando um quarto da população mundial da dominação imperialista e do feudalismo, estes que entravavam o desenvolvimento da sociedade chinesa. Mao Tsé-tung desde jovem foi um patriota, que reconhecia que a China era um país oprimido por potências estrangeiras. Após a Revolução Socialista de Outubro na Rússia em 1917, Li Dazhao, que foi um dos primeiros a difundir o marxismo na China, fez um discurso na Praça Tianmen em Pequim em defesa da grande revolução proletária que havia acontecido no país vizinho. Mao Tsé-tung, que viu de pe

Losurdo: "A indústria da mentira, parte da máquina de guerra imperialista"

Na história da indústria da mentira, parte integrante do aparelho industrial militar do imperialismo, 1989 é um ano de viragem. Nicolae Ceausescu ainda está no poder na Roménia. Como derrubá-lo? Os meios de comunicação ocidentais difundem de modo maciço junto à população romena informação e imagens do "genocídio" cometido em Timisoara pela polícia por indicação de Ceausescu. 1. Os cadáveres mutilados O que acontecera na realidade? Beneficiando da análise de Debord sobre a "sociedade do espetáculo", um ilustre filósofo italiano (Giorgio Agamben) sintetizou de modo magistral a história de que aqui se trata: "Pela primeira vez na história da humanidade, cadáveres sepultados ou alinhados sobre

URC: "Sobre a greve dos caminhoneiros"

O movimento grevista dos caminhoneiros que já dura seis dias colocou boa parte do Brasil, incluindo seus principais centros urbanos, de cabeça para baixo. Na cidade de São Paulo foi decretado estado de emergência, dada a falta de combustíveis para alimentar serviços públicos essenciais; além disso, o prefeito conseguiu uma liminar na justiça autorizando o uso das forças da Polícia Militar para liberar as rodovias e reprimir os grevistas, coisa que ainda não aconteceu. Neste mesmo sentido, Michel Temer fez uma declaração em rede nacional, nesta sexta-feira, afirmando que autorizaria o uso das polícias rodoviárias federais e mesmo das Forças Armadas para reprimir o movimento, recomendando que

“Ali Primera, o cantor do povo venezuelano”

Quando Paraguana, terra falconiana ouviu um grito de protesto em 31 de outubro de 1941, não avisou que seria Ely Rafael Primera Rosell conhecido hoje como Ali Primera, que levaria o nome desta cidade mãe em toda a Venezuela. Ali Primera expressou em suas canções um sentimento e uma luta pelos mais desprotegidos da Venezuela e da América Latina. Com sua melodia distintiva tornou-se o mais representativo dos anos 70 e 80, em pleno puntofijismo onde os governos da Quarta República atentavam contra os valores e liberdade do povo. "Eu sei que um dia você teve sonhos, não usar um pequeno rio, mas quando a sua alma está feliz com a chegada de vendaval", alardeou em praças, universidades, comu

"Declaração de apoio à luta dos estudantes e operários franceses"

Em 21 de maio, o Comitê Permanente da Conferência de Representantes dos Operários Revolucionários de Pequim, o Comitê Permanente da Conferência dos Representantes dos Pobres, Pequenos e Médios Camponeses na municipalidade de Pequim, o Comitê do Congresso dos Guardas Vermelhos das Universidades e Faculdades em Pequim e o Comitê do Congresso dos Guardas Vermelhos das Escolas Secundárias de Pequim, emitiram uma declaração em resoluto apoio à luta revolucionária dos operários e estudantes franceses. A seguir, a declaração completa. Nos tempos em que as crises políticas e econômicas estão desenvolvendo-se rapidamente em todo o mundo capitalista encabeçado pelo imperialismo estadunidense, tempestu

"O imperialismo ianque e a aviação comercial brasileira"

A famigerada cadeia dos "Diários Associados" do lacaio dos americanos, sr. Assis Chateaubriand, acaba de lançar-se em mais uma rendosa campanha, visando servir aos interesses dos imperialistas ianques. Trata-se de conseguir da ditadura de Dutra o que eles chamam de "saneamento das rotas aéreas", ou seja, a eliminação das pequenas companhias nacionais de aviação comercial e a cartelização dos serviços aéreos a fim de abolir a concorrência e manter tarifas elevadas. Esta campanha vem sendo articulada já há algum tempo e a sua inspiração partiu dos magnatas ianques que possuem interesses vultosos na aviação comercial do Brasil. Os primeiros protestos contra a "concorrência ruinosa" apareceram n

Mao: "Criticar o chauvinismo Han"

Em alguns lugares, as relações entre nacionalidades estão longe do saudável. Para os comunistas, isso é uma situação intolerável. Devemos ir até a raiz do problema e criticar as ideias chauvinistas Han que existem de forma forte entre vários membros e quadros, a saber: as ideias reacionárias da classe latifundiária e da burguesia, ou das ideias características do Kuomintang, que se manifestam nas relações entre nacionalidades. Erros a esse respeito devem ser corrigidos de imediato. Delegações levadas a cabo por camaradas que são familiarizados com nossa política de nacionalidades e simpáticos aos nossos compatriotas pertencentes a minorias nacionais que ainda sofrem discriminação devem ser e

"EUA são culpados pela escalada de tensão na Península Coreana"

Um pesquisador do Instituto de Desarmamento e Paz do Ministério das Relações Exteriores da RPDC publicou um artigo intitulado "Quem é o culpado pela escalada das tensões na Península Coreana?" na sexta-feira. O artigo denuncia os EUA por terem encenado os loucos ensaios de combate aéreo do Max Thunder em 2018 contra a RPDC de 11 a 25 de maio e, assim, romperam as negociações de alto nível entre o norte e o sul. Marcando os exercícios militares conjuntos EUA-Coreia do Sul como um desafio aberto à declaração da Panmunjom, o Norte e o Sul da Coreia concordaram e tornaram públicas para o mundo, o artigo segue: Claro é o objetivo final procurado pelos EUA em manter continuamente exercícios

Quando o povo brasileiro conduz a luta armada

Há muitos anos, os oportunistas e revisionistas dos mais diferentes grupos e partidos em nosso país têm espalhado a ideia falsa e reacionária segundo a qual a tomada do poder político por meio da revolução não seria mais possível. A “tomada do poder”, segundo tais posições, constituir-se-ia nada mais que como mera “ocupação dos espaços democráticos” no qual candidatos de partidos pretensamente de “esquerda” disputariam eleições e elegeriam políticos para a gerência do velho Estado brasileiro. O pretexto para tal concepção varia dependendo de qual partido ou movimento dá a resposta, mas podemos enumerar basicamente quais seriam estes: o emprego de novas tecnologias digitais de comunicação tor

"Um ano do Massacre de Pau D’Arco (PA)"

Reproduzimos nota pública de uma série de entidades e organizações progressistas sobre o 1 ano do Massacre de Pau D'Arco: Nesse dia 24 de maio de 2018, completa-se um ano do assassinato de 10 trabalhadores rurais no interior da Fazenda Santa Lúcia, município de Pau D’Arco, no Pará, fato que ficou conhecido como o Massacre de Pau D’Arco. Além dos 10 mortos, dois trabalhadores saíram feridos à bala. Os crimes foram praticados por um grupo de policiais militares e civis de Redenção, sob o pretexto de cumprir 14 mandados de prisão preventiva e temporária. Conforme o que se apurou no inquérito da Polícia Federal (PF) e no curso da ação penal, dos 29 policiais que participaram da operação, 17 de

"Figuras do Movimento Operário: José Diaz"

José Diaz nasceu a 27 de abril de 1896, em Sevilha. Seu pai, José Diaz, era padeiro de profissão. Sua mãe, Francisca Ramos, era operária numa fábrica de cigarros. O pai de José Diaz era um operário muito querido e respeitado por seus companheiros de profissão. A conduta revolucionária de seu pai exerceu sobre José Diaz uma grande influência na formação de sua consciência de classe. José Diaz sentiu, desde a mais tenra infância, a exploração capitalista, a miséria e a fome. Sua rebeldia se desenvolveu em contato com os trabalhadores, na oficina, e aí, nos primeiros anos de sua juventude, ingressou nas fileiras do movimento operário. Logo salientou-se entre os companheiros de trabalho pelos do

Feira da Reforma Agrária é realizada em Assis (SP)

No último domingo (20) foi realizada em Assis, no interior de São Paulo, a “II Feira Popular: Reforma Agrária Já!” O evento que ocorreu no Galpão Cultural e reuniu camponeses de assentamentos de toda a região. Os assentamentos do MST dos munícipios de Gália, Promissão, Iaras e o assentamento Boa Esperança, do município de João Ramalho estiveram presentes compondo a Feira e aproveitaram a oportunidade para vender os produtos que eles mesmos produziram em seus respectivos assentamentos. Contudo, o evento não serviu apenas para a comercialização dos produtos, aspecto sem dúvida importante e necessário para o desenvolvimento das lutas no campo, mas também como um espaço de discussão política, on

Lenin: "Russos e negros"

Que comparação estranha, o leitor pode pensar. Como uma etnia pode ser comparada com uma nação? É uma comparação possível. Os negros foram os últimos a serem libertos da escravidão, e ainda trazem, mais do que ninguém, as cruéis marcas da escravidão – mesmo em países avançados –, já que o capitalismo não tem “espaço” para outro tipo de emancipação que não seja a formal, e mesmo nesta, se limita da forma que for possível. No que tange os russos, a história demonstrou que eles “quase” foram libertos da escravidão servil em 1861. Foi mais ou menos ao mesmo tempo, posterior à Guerra Civil contra os senhores de escravos dos Estados Unidos, que os negros da América do Norte foram libertos da escra

NOVACULTURA.info

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube